MULHERES NA CULTURA CAIPIRA

1h30min – 2/9/2020 – Oficinas Culturais – POIESIS 

Participantes: Fabíola Mirella (violeira), Fernanda Colli (catireira), Katya Teixeira (cantora) 

Mulheres que desenvolvem seus trabalhos na música e na cultura popular falam sobre suas relações com a cultura caipira, o preconceito de gênero enfrentado, as barreiras a serem rompidas e os espaços conquistados na atualidade. Integra o Ciclo “Cultura Caipira: linguagens e contextos”, idealizado pelo documentarista Mário de Almeida e o ilustrador Yuri Garfunkel.  

Veja a seguir

samba de lenço, Piracicaba, resistência, batuque de umbigada, batuqueira, cultura popular, samba de bumbo, colonização, negro, escravidão, empoderamento, dança, africanidade,

música, educação, ritmo, expressão, musicalidade, canto, instrumento, melodia, percepção, teoria musical, desenvolvimento rítmico, assimilação, linguagem musical, autonomia,

índios, tribos, ASCURI, cultura indígena, tradição, povos originários, unidade de conservação, território indígena, meio ambiente, antepassados, massacre, português, colonização, resistência, aldeia, revitalização, resgate, língua materna, artesanato, FUNAI, Araribá, cacique, território, sagrado, degradação, desmatamento, poluição, comunidade indígena, Nimuendaju, Ekeruá, pajé,

musical, broadway, ópera, teatro, opereta, arte, teatro ocidental, teatro oriental, teatro grego, gênero teatral, commedia dell'arte, tradição oral, mitologia, teatro de revista, vedete, cabaré, cabaret, vaudeville, varieté, mágica, jukebox, musical biográfico,

racismo, preconceito, discriminação, colonialismo, machismo, diversidade, lugar social, desigualdade, escravidão, inclusão, resistência, história, negros, opressão, política, democratização, privilégio, violência, meritocracia, racismo estrutural,

Ubatuba, Anchieta, índio, indígena, tupinambá, Peruíbe, litoral paulista, colonização, turismo, especulação imobiliária, meio ambiente, território, cultura, unidade de conservação, canoagem, antepassados, resistência,

Seja o primeiro a comentar “MULHERES NA CULTURA CAIPIRA”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não há nenhum comentário ainda