Reflexão sobre a visibilidade trans

Conhecido como Janeiro Lilás, o mês é de reflexão sobre a visibilidade, trajetória e luta diária a favor do respeito e da igualdade carregada nos corpos de pessoas trans.

O Museu da Diversidade Sexual participa das comemorações do Dia da Visibilidade Trans (29 de janeiro de 2022, Sábado) com uma programação especial e online cheia de diversidade, fervo e informação.
Além da oportunidade de rever grandes shows de Liniker, Titica, entrevistas com personalidades trans do Brasil e Argentina e um importante debate sobre atletas transexuais. #CulturaEmCasa transmite uma roda de conversa do Museu da Diversidade Sexual sobre Arte trans: repressão e expressão, às 15h com diversas nomes da luta pela visibilidade transexual do Brasil.

FIQUE POR DENTRO DO NOSSO CONTEÚDO, CADASTRE-SE E RECEBA AS NOVIDADES POR E-MAIL:

Nós utilizamos cookies para analisar e melhorar sua experiência de navegação e recomendar conteúdos de seu interesse. Ao navegar pelo site, você concorda com este monitoramento e o uso de cookies. Em caso de dúvidas, acesse nossa Política de Privacidade.

Skip to content