PEQUENOS GIGANTES (GIANT LITTLE ONES)

100

PEQUENOS GIGANTES
(GIANT LITTLE ONES)

115 min | 2018 | Drama | Idioma: EN

SENHA: #CULTURAEMCASA

CANADÁ

SINOPSE

Franky Winter (Josh Wiggins) e Ballas Kohl (Darren Mann) são melhores amigos desde a infância. Eles são da realeza do ensino médio: bonitos, estrelas do time de natação e populares entre as garotas. Eles vivem uma vida adolescente perfeita – até a noite da épica festa de aniversário de 17 anos de Franky, quando Franky e Ballas se veem envolvidos em um incidente inesperado que muda suas vidas para sempre. Giant Little Ones é uma história sincera e íntima sobre amizade, autodescoberta e o poder do amor sem rótulos.

FICHA TÉCNICA

Produção: Euclid 431 Pictures – Canadá
Roteiro e direção: Keith Behrman
Elenco: Josh Wiggins e Darren Mann

  1. o botão para começar a assistir não aparece apesar de já ter dado do horário… como começar o filme?

  2. 22:04 nao apareceu o link, so uma senha #CULTURAEMCASA

  3. ola
    como iniciar o filme?

    1. O FILME É ÓTIMO! NÃO TIVE NENHUMA DIFICULDADE PARA ASSISTIR! COPIEI A SENHA, COLEI NO LOCAL INDICADO E RECEBI O OK PARA ASSISTIR! SIMPLES ASSIM!

  4. O filme não tem acesso

  5. Não aprece a opção ( ASSISTIR AGORA ) !!!!

  6. ONDE ESTA O FILME? O QUE MUDOU?

  7. Nao aparece nada, acho que está com problema

  8. Outra coisa, os filmes poderiam nao ter hora de inicio as chego atrasado para o filme das 19:00, as vezes quero assistir no sabado/domingo

    No final da exibição poderia ter uma pesquisa para saber se gostamos ou nao da apresentacao. a titulo de estatística;

    No proximo ano me chamem para dar ideias.

    Fábio William

    1. Ô Fábio,
      As falhas com as quais nos deparamos nesta Mostra são tão óbvias, que soluções não dependem de ideias.
      Só de responsabilidade e respeito.

  9. gente que merda! Quando apareceu a possibilidade (mãozinha para clicar) ao invés de rodar o filme o site te pede a senha de novo (e vc já estava logado!). Aí vc digit5a a senha, pede para entrar e o que acontece é o apagamento da senha que vc digitou. Haja paciência.

    1. A mesma coisa acontece com “Só o melhor para nosso filho”.

  10. Se está tendo uma falha técnica eu até intendo só que deveriam dar uma satisfação.

  11. O responsável por colocar o botãozinho foi dormir.
    Não é por se gratuito que a esculhambação é desculpável.

  12. Estamos aguardando a liberação do acesso ao filme.

  13. Impossível assistir ao filme do Canadá, até agora o único que pediu uma senha. E não tem como mudar a senha, se você já está cadastrado e esqueceu a que usou no primeiro acesso. Loucura! Alguém pode dar um jeito nisso?

  14. Não tem ninguém para falar o que está acontecendo e dar uma satisfação para gente?

  15. Saber a senha também não adianta.
    A minha está na memória, mas não é aceita.

  16. Temos uma solução:
    “Djon África”, o filme das 19h está liberado.
    Com o maravilhoso botãozinho “Assistir agora” no lugar onde deveria estar este que não encontramos.
    E é um filme muito muito bom.
    Quem ainda não viu, conselho:
    Corra prá lá.

  17. ola
    Pl segunda vez tento , mas nao consigo ver esse filme. Nao encontrei o icone “assistir agora”

  18. não esta liberado o botão para Assistir ?

  19. Que site sem vergonha!!!! Não aparece o link para assistir o filme! Cada dia é um flash!

  20. Nossa! Praticamente uma gincana: copia a senha, clica no horário, nova página abre, insere a senha, nova página abre e, finalmente, o filme! Assim fácil!

  21. Brasil ladeira abaixo, nada funciona em nenhuma esfera (federal, estadual e municipal)

  22. desanimei, não aceita a senha. Que vexame, é o segundo filme que isso acontece! Desrespeito!

  23. Quem foi o retardado que colocou uma merda de uma senha no filme ??? Burocratas desgraçados.

  24. Não acrescenta muito dentro do mundo do cinema gay. Mais uma vez, temos personagens semi-héteros, reforçando a heteronormatividade dos filmes gays, onde o gay nunca é gay de verdade. Mais uma vez, temos o gay que tenta matar a homossexualidade em si mesmo espancando fisicamente o rapaz por quem sente atração. Mais uma vez, temos a experiência sexual que de alguma maneira vaza na escola e causa constrangimento e discriminação ao jovem. O filme só não repete outro clichê no que se trata dos pais do protagonista – compreensivos, o aceitam sem transtornos. Algo diferente seria, aliás, muito estranho, a considerar que o filme é do Canadá, provavelmente o país mais tolerante do mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *